O Instituto Moreira Salles lançou em agosto de 2015 o Correio IMS (http://correioims.com.br), site de correspondência no qual encontram-se cartas notáveis não só de escritores, como de representantes das diferentes áreas da cultura brasileira.

O Poeta Augusto Frederico Schmidt se faz presente com uma carta destinada a sua esposa Yedda, publicadas em Cartas de sempre. Rio de Janeiro: Instituto Estadual do Livro, 1981, pp. 57 e 59-60.

O casal schmidt, Augusto e Yedda, tem o seu perfil no site de correspondências do Instituto.

schmidt-fotos-7

Perfil de Augusto Frederico Schmidt:

http://correioims.com.br/perfil/augusto-frederico-schmidt/

“Consegui o que todo mundo acha uma contradição: ser poeta e homem de negócios” – dizia Schmidt, que se ligou ao grupo modernista antes de publicar seu primeiro poema, “Canto do brasileiro”, em 1928. Paralelamente à sua produção poética, em que não brilhou menos do que na prosa memorialística, foi empresário de sucesso, além de ter desempenhado funções públicas de destaque no governo do presidente Kubitschek, entre as quais delegado e chefe da delegação do Brasil na Assembleia da ONU.

 

Perfil de Yedda Schmidt:

http://correioims.com.br/perfil/yedda-schmidt/

Mulher do poeta Augusto Schmidt e sobrinha do compositor Jayme Ovalle, a carioca Yedda Ovalle Lemos não só se distinguia nos esportes – praticava equitação e vôlei –, como nas artes: tocava piano, violão e cantava. Dona de forte personalidade e independência, destacou-se como esplêndida anfitriã no amplo apartamento do casal, em Copacabana, e foi imortalizada na obra poética do marido.