Augusto Frederico Schmidt

Augusto Frederico Schmidt nasceu aos 18 de abril de 1906 na Rua Marques de Abrantes, Flamengo, Rio de Janeiro. Filho de Gustavo e Anita Schmidt. Aos 8 anos muda-se para Lausanne, Suíça, onde estudou até a morte do pai, em 1916, quando sua família retornou ao Brasil.
De volta ao país, o menino Augusto Frederico continua os estudos no Instituto O´Grand Berry, em Juiz de Fora. Retornou ao Rio de Janeiro em 1922, quando foi reprovado nos exames para o Colégio Pedro II.  Nesta época, Schmidt publicou seus primeiros versos de amor num jornalzinho do bairro de Copacabana chamado “O Beira-Mar”.

Em 1924, Schmidt ficou desempregado e começou a frequentar os cafés do centro da cidade. Torna-se amigo de grandes medalhões da época e de jovens talentos que ainda iriam despontar em suas carreiras no futuro.

É um período marcado por leitura ávida e intensa. Através de suas novas amizades, Schmidt arranjou um emprego como caixeiro-viajante em São Paulo. Em São Paulo, o futuro poeta conheceu a nova geração de artistas e intelectuais que integravam a famosa Semana de Arte Moderna, entre eles: Mário e Oswald de Andrade. Schmidt e Plínio Salgado se tornaram grandes amigos, apesar de muitas diferenças ideológicas.

Em 1928 Schmidt retornou ao Rio de Janeiro, empregado como gerente de uma serralheria em Nova Iguaçu. Neste ano, ele também lançaria seu primeiro livro de poesias: Canto do Brasileiro Augusto Frederico Schmidt. Foi o início de uma longa carreira como poeta.

Em 1930, Schmidt se tornou um editor: financiado por amigos, ele fundou a Schmidt Editora. A Schmidt Editora foi a responsável pelo lançamento de alguns dos maiores nomes da literatura brasileira, entre eles: Vinícius de Moraes (Caminho para a distância), Graciliano Ramos (Caetés), Gilberto Freyre (Casa Grande & Senzala), Rachel de Queiroz (João Miguel), Marques Rebelo (Oscarina), Jorge Amado (O país do Carnaval), Octávio de Faria (Maquiavel e o Brasil), Lúcio Cardoso (Maleita), Hamilton Nogueira, entre outros. Schmidt igualmente ajudou a firmar, no panorama literário, alguns autores já iniciados na edição, como Leonel Franca (Ensino religioso e ensino leigo e Catolicismo e Protestantismo), Alceu Amoroso Lima (Problema da burguesia, Preparação à Sociologia, Debates pedagógicos e Estudos, 4ª série) e Virgílio de Melo Franco (Outubro de 1930). Infelizmente, a Schmidt Editora durou pouco mais de três anos.

Em 1934, Schmidt fundaria, junto com Luiz Aranha, sua primeira empresa de sucesso: a Metrópole Seguros. Daí pra frente, Schmidt só cresceria nas mais diversas áreas comerciais e industriais, que iam dos pneumáticos à aviação civil, do processamento de materiais radioativos ao setor da alimentação.
Schmidt se casou com Yedda Ovalle Lemos em 1936, no Mosteiro de São Bento, Rio de Janeiro. Nunca tiveram filhos. No ano seguinte, iniciou uma longa e fecunda carreira como cronista do jornal Correio da Manhã, de Paulo e Niomar Bittencourt.

Alguns anos depois, também começaria a escrever artigos para o jornal O Globo.

Na década de 50, Schmidt abre o primeiro supermercado do Rio de Janeiro: o DISCO, inaugurado em 1952 em Copacabana.
Schmidt foi ghost-writer do ex-presidente Juscelino Kubitschek, ainda durante sua campanha para presidente. Eleito Juscelino, Schmidt ajudou a elaborar a Operação Pan-Americana, um primeiro plano de ajuda ao desenvolvimento da América Latina. Da OPA nasceria o BIRD (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e, algumas décadas depois, o Mercosul.
Schmidt morreu aos 08 de fevereiro de 1965, vítima de um ataque cardíaco. Ao morrer, já havia publicado mais de trinta livros, entre prosa e poesia, além de milhares de artigos espalhados em diversos jornais e revistas da época.

Por ocasião de seu falecimento, Schmidt era membro do Jockey Club; Sociedade Hípica Brasileira, do clube Botafogo de Futebol e Regatas; da Associação Felipe D’Oliveira; era Presidente da Câmara de Comércio Brasil Israel. Também era sócio de inúmeras empresas, entre elas: S.A. Brasil-Canadá Com. e Imp. de Produtos Americanos, Sociedade de Expansão Comercial S.A., Ind. Soc. Anônima, Meridional Cia de Seguros de Acidentes do Trabalho, além de estar ligado à Orquima, Disco, Cia. Colonizadora Brasileira, Linho São Borja S.A., Berco Indústria Química Mineral, Rilsan Brasileira, Manufatura Nacional de Plástico e Comércio de Materiais de Construção – COMACO.