Sexta 14 de julho, data nacional da França, o Museu Nacional de Belas Artes / Ibram/MinC foi inaugurada, em conjunto com o Consulado Geral da França no Rio de Janeiro, a exposição Diálogos Contemporâneos.

O visitante poderá vislumbrar os frutos do rico e diversificado entrelaçamento cultural entre o Brasil e a França, ao longo de décadas.

Num diálogo que envolve artistas brasileiros que foram acolhidos na terra de Poussin, Jacques-Louis David, Ingrés, Monet, Yves Klein, entre outros, a fim de estudar e aperfeiçoar a formação.

A mostra Diálogos Contemporâneos reúne cerca de 100 obras, entre pinturas, esculturas, desenhos e gravuras, e tem curadoria de Claudia Saldanha e da pesquisadora e diretora do MNBA, Monica Xexéo.

Diálogos Contemporâneos é um recorte do acervo do Museu Nacional de Belas Artes, e as obras expostas se situam entre os anos 1920 até o contemporâneo, espelhando alguns ângulos da influência francesa na vivência de artistas modernos e contemporâneos brasileiros.

Os módulos percorrem núcleos enfocando artistas que depois de premiados puderam aprimorar sua obra em instituições acadêmicas de prestígio na França e também, por outro lado, os olhares de artistas estrangeiros que, antes de aportarem no Brasil, sofreram influência francesa, fundamental para a transformação da estética por aqui.

Na exposição Diálogos Contemporâneos, poderão ser vistos trabalhos de nomes como Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti, Flavio Shiró, Antonio Bandeira, Gonçalo Ivo, Sérvulo Esmeraldo, Luiz Áquila, Jorge Mori, e Lasar Segall, Maria Leontina, dentre vários outros artistas.

Mostra: Diálogos Contemporâneos

Período: 14 de julho até 15 de outubro de 2017.

Local: Sala Bernardelli, no 2º piso

Visitação: Terça a sexta-feira das 10 às 18hs; Sábados, domingos e feriados das 13 às 18 horas.

Ingressos: R$ 8,00 e meia: R$ 4,00 ingresso família (para até 4 membros de uma mesma família) a R$ 8,00.

GRÁTIS AOS DOMINGOS.

Telefone: (21) 3299.0600

Facebook: MNBA-Rio / Site: www.mnba.gov.br