Depois de passar por Salvador, Curitiba, São Paulo, Brasília e Fortaleza, onde atraiu mais de 100 mil visitantes, a exposição “Brinquedos à Mão – Coleção Sálua Chequer”, chegou à CAIXA Cultural Rio de Janeiro. O acervo de mais de 1.300 objetos, utilizados pela infância de antigamente e ainda muito presentes nas comunidades nordestinas, reunido pela curadora Sálua Chequer, está aberto à visitação até 19 de fevereiro de 2017.

Exposição “Brinquedos à Mão – Coleção Sálua Chequer”

O artista visual Zé de Rocha, que assina a curadoria com Sálua, estará no Rio, em fevereiro, para realizar oficina e visitas guiadas, respectivamente, nos dias 10 e 11 (sexta-feira e sábado). Pouco conhecidos das crianças dos grandes centros urbanos de hoje, os brinquedos foram feitos à mão por artesãos que transformam barro, pedaços de pau e de pano, latas de óleo e caixas de papelão em objetos capazes de despertar emoções e fantasias, estimulando a criatividade e a afetividade.

As crianças que forem à exposição poderão brincar à vontade no espaço Cantinho do Brincar, com objetos lúdicos como cinco Marias, pula corda, bolinhas de gude e piões, entre outros. “Em cada lugar que passei com a exposição, tive a possibilidade de ver reações e depoimentos surpreendentes de adultos e crianças. E estou nessa expectativa com relação ao Rio, por ser um grande centro cultural, uma outra região, geograficamente falando, e um outro público”, afirma Sálua. “Mas criança é criança, em qualquer lugar do mundo, e o encantamento existe onde ela estiver”, completa a curadora, que estará pela primeira vez na cidade.

 

Exposição “Brinquedos à Mão – Coleção Sálua Chequer”

CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Galeria 3 (Av. Almirante Barroso, 25 – Centro)

Visitação: até 19 de fevereiro de 2017 – de terça-feira a domingo, das 10h às 21h

Telefone: (21) 3980-3815

Classificação inicativa: Livre

Entrada Franca