Ícone da fotografia mundial, o húngaro Robert Capa ganhou fama com seus registros de guerra em preto em branco. A exposição “Capa em Cores”, no entanto, apresenta uma faceta menos conhecida do fotógrafo, mas tão fascinante quanto. O Oi Futuro Flamengo exibe a retrospectiva inédita das imagens coloridas do profissional. A partir de 1941, Capa usou regularmente filme colorido, mas ao longo dos anos seu trabalho em cores foi praticamente esquecido. Até agora.

Exposição: “Capa em Cores” do húngaro Robert Capa

O acervo de 140 fotografias, feitas com filmes Kodachrome e Ektachrome, inclui retratos de grandes nomes da arte como Humphrey Bogart, Hemingway, Ingmar Bergman e Roberto Rossellini, imagens de praias e resorts, e até fotografia de moda em Roma e Paris – que prometem surpreender os admiradores de Capa. Entre as imagens mais marcantes, destaca-se a espontânea foto de Picasso brincando com o seu filho pequeno no mar. Um raro registro.

“Capa é considerado um mestre da fotografia de guerra em preto e branco, o homem que documentou alguns dos principais eventos políticos da Europa Ocidental em meados do século XX. Nenhuma das retrospectivas póstumas de seu trabalho incluía fotos coloridas, com raras exceções”, relata Cynthia Young, curadora da exposição.

Além das imagens, a mostra apresenta objetos e registros pessoais como cartas, revistas que publicaram as suas fotos e até o áudio de uma entrevista – a única gravação existente da voz dele. Entre as cartas, várias correspondências com a equipe da agência Magnum sobre as suas coberturas fotográficas; com o irmão, que o ajudava a vender as fotos, e, em especial, uma carta para a mãe contando sobre a vida em Londres, que revela o lado bem-humorado e divertido do fotógrafo

 

 

Exposição “Capa em Cores”

De 7 de fevereiro a 9 de abril

Local: Oi Futuro Flamengo

End: Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo

Tel: 3131-3060

Horário: Terça a domingo de 11h às 20h

Entrada Franca