Fazendo uma ode à exuberância e à força feminina, no Dia Internacional da Mulher, 8 de março, a artista visual Katia Wille inaugura a exposição “FLUXOFLORAÇÃO”, sua primeira individual no Centro Cultural Justiça Federal.

Com curadoria de Isabel Sanson Portella, a mostra conta com 16 telas que retratam a afirmação feminina, como uma autorização própria para ser quem se é, sem regras, em um exercício de comunhão com a natureza.

Exposição "FLUXOFLORAÇÃO"

Katia propõe instigar o espectador a se engajar nas obras como se estivessem mergulhando em uma nova realidade. Presentes em todas as telas, as nadadoras são retratadas como “as deusas Tethys e as Oceaníades”, que fluem por florestas e flores, a partir de sua forma intacta e perfeita. Em cada série, a artista retrata uma mulher que se dispõe a ultrapassar os seus próprios limites, focando no rompimento das barreiras que o próprio ser humano impõe a si mesmo.

Como um espelho da mulher contemporânea, as nadadoras representam um ser à procura de seu espaço, sempre em um movimento de afirmação da identidade feminina. Elas são fortes e têm expressões marcantes, contrampondo a leveza e a delicadeza da natureza ao redor.

“Minhas nadadoras são o retrato de uma mulher forte que faz das situações de precariedade que a vida lhe apresenta um motivo para superar seus próprios limites”, afirma Katia Wille, que tem a pintora Carmen Herrera e a cantora Nina Simone como inspirações para esta nova fase.

 

FLUXOFLORAÇÃO

VERNISSAGE: 8 DE MARÇO

Período: 8 de março a 30 de abril de 2017

Visita guiada: 27 de abril, às 18h

Local: Galerias do 2º andar

CENTRO CULTURAL JUSTIÇA FEDERAL

Endereço: Av. Rio Branco, 241 – Centro – Rio de Janeiro – RJ

Horário: terça a domingo,das 12h às 19h

Telefone: (21) 3261-2550