O artista plástico Marcos Duprat apresenta a exposição “Memórias Sobre Papel”, na sala Clarival do Prado Valladares, no Museu Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro.

A mostra é um panorama dos desenhos de Duprat, em mais de quatro décadas, e reúne 36 obras sobre papel. As imagens ilustram as transformações em sua linguagem e imagística em seu enfoque do “enigma da realidade visível “.

 “Memórias Sobre Papel” de Marcos Duprat

As obras, datadas de 1977 a 2017, abordam a temática do mundo exterior (paisagens e figuras na água) e o mundo interior (naturezas mortas, retratos, figuras e reflexos em espaços íntimos). O artista utiliza diversos meios, como lápis de cor, crayon, pastel seco e oleoso, aquarela e óleo sobre diferentes papéis: canson, schoeller, fabriano, polpa vegetal e papéis artesanais japoneses e brasileiros. A luz é o elemento protagônico e de articulação dessas imagens.

Para Duprat, a mostra marca os momentos importantes em seu percurso artístico e pessoal: “Algumas dessas imagens são por mim associadas a minha memória afetiva e outras a lembranças e registros dos diversos países onde vivi, em especial os dez anos em que estive na Ásia. É para mim um momento feliz poder partilhar com o público da minha cidade esses registros”, diz o artista.

Desde 2008, Duprat tem seu ateliê no Rio de Janeiro. Seu acervo pessoal conta com um número expressivo de pinturas, desenhos, fotografias e esculturas.

 

Exposição: “Memórias Sobre Papel” – Marcos Duprat

Período: Até 2 de julho de 2017

Terça a Sexta-feira, das 10h às 17h. Sábados, domingos e feriados, das 13h às 17h.

Local : Sala Clarival do Prado Valladares – Museu Nacional de Belas Artes – Av. Rio Branco, 199 – Cinelândia – Rio de Janeiro – RJ – Tel : (21) 3299-0600

Ingresso : R$ 8,00 (inteira), R$ 4,00 (meia) e ingresso família (para até 4 membros de uma mesma família) a R$ 8,00. Grátis aos domingos e no período de 16 a 20 de maio (dentro da 15º Semana de Museus).