Foto. Mario Grissoli

O Projeto Passagem possui curadoria de Gabriela Dottori e tem o intuito de promover exposições mensais de arte contemporânea no Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas, mais especificamente no local denominado Galeria Túnel. A proposta consiste em convidar artistas a fim de consolidar uma ocupação ética e estética do espaço provocando sua ativação. Trata-se de ampliar as plataformas expositivas não tradicionais pelo desejo de despertar contatos, conexões e afetos através do trânsito poético feito por esta passagem.

A segunda edição do projeto apresenta a exposição “Dá-se assim desde menina” de Natali Tubenchlak. A artista se utiliza de formas de bonecas de papel e suas roupagens em justaposição. E traz elementos selvagens próprios da natureza como recurso plástico para a construção de sua crítica à mitologia doméstica e suas ferramentas de domínio. Estes modelos e seus traçados possuem significados que estão fortemente arraigados no imaginário de um universo “próprio para meninas”. A curadora afirma que “as lacunas que marcam o pontilhado das linhas para o recorte dos moldes atentam para os perigos que podem ser encontrados caso não se siga os caminhos delimitados”.

A artista, Natalia Tubenchlak, nasceu em 1975 no Rio de Janeiro, Brasil. Seu interesse está focado ao ofício manual, tendo passado por especializações como: marcenaria, cerâmica, esculturas de carnaval e gravura. Graduada em Desenho Industrial no Rio de janeiro, se aperfeiçoou como ceramista em Barcelona na Espanha. Estudou pintura na Escola de Artes Visuais do Parque Laje. Também se especializou em gravura em metal e matrizes feitas com materiais descartáveis. Fundou o espaço independente Barracão Maravilha-Arte Contemporânea. Foi selecionada pelo edital de Artes Urbanas da Secretaria de Cultura do Estado de Rio de Janeiro em 2011.

Natali se utiliza da ilustração como recurso plástico, hibridismo técnico, mestiçagem de meios e produção de imagens desaceleradas em relação à tecnologia. Um diálogo urgente sobre violência e sensualidade, insinuações de poder. A ética do cotidiano e a mitologia doméstica. O trabalho da artista representa hoje o erotismo resistindo ao poder e a política ao desejo.

 

Projeto Passagem – 2ª edição

Exposição: Dá-se assim desde menina – individual da artista Natali Tubenchlak

Curadoria: Gabriela Dottori

Abertura: 21 de outubro, sábado, às 15h

Período expositivo: 22 de outubro até 19 de novembro de 2017, de terça à domingo de 10h às 18h

Local: Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas

Endereço: Rua Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa, Rio de Janeiro – RJ, 20241-050

Telefones: (21) 2215-0621 | (21) 2224-3922

Visitação gratuita

Mais informações: projetopassagemnasruinas@gmail.com